Livro da vez #03: A menina que colecionava borboletas

“Vai, menina, escreve. Encontra as palavras certas nesse princípio de emoções. Não pule agora. Segure firme. As lembranças são a ponte que vai te levar para o outro lado.” (Trecho do texto “O amor da sua vida”, página 62.)

1796449_10201449421784502_1136680174_n

Em “A menina que colecionava borboletas”, nós encontramos uma Bruna bem mais madura em comparação aos seus dois livros anteriores. O livro contém 48 textos que falam sobre encontros e desencontros, mudanças, amadurecimento, erros, ilusões e desilusões, e principalmente, amor e relacionamentos. Além disso, podemos perceber como a Bru se adaptou à sua nova vida de adulta.
Sou suspeita para dizer isso, já que me apego muito fácil à quase todos os livros de romance, mas com toda certeza, este está entre os meus favoritos. Eu senti como se estivesse batendo um papo com a Bru, e confesso que poderia ficar ali sentada ouvindo ela falar sobre suas decepções e conquistas por um bom tempo.

1947978_10201449421584497_371417258_n

O livro, além de crônicas, também possui ilustrações maravilhosas feitas pela artista Malena Flores com vários textos lindos.

Enfim, como eu havia postado aqui antes, a Bru veio para Brasília fazer o lançamento de seu livro, e gente… foi tudo muito lindo! Fui com minha amiga Thaís (essa linda que fez a make cega em mim. Hahaha!), e chegamos lá no local onde aconteceu o lançamento bem cedinho. Enquanto esperávamos a Bruna chegar, conhecemos meninas super legais na fila, que também são apaixonadas por leitura, moda e afins. O evento foi super tranquilo e muito bem organizado pelas próprias leitoras, que fizeram uma lista na ordem de chegada, assim, quem chegou cedo não seria prejudicada perdendo o lugar na fila, e poderia pegar a senha certa na livraria pra conhecer a Bru.

10014627_10201449426824628_2139711131_n

Poucos sabem (ou quase ninguém), mas eu gosto muito de escrever, e depois que eu comecei a acompanhar a Bruna em seu blog e livros, eu comecei a ter mais inspiração, não só para textos, mas também para conquistas, porque foi assim que ela começou, e vê-la realizando seus sonhos e conquistando até mais do que esperava, me dá mais vontade de continuar indo atrás das coisas que gosto.
Antes dela chegar, fomos avisadas que fora da livraria, havia muitas pessoas que queriam conhecer a Bruna, mas não chegaram a tempo de pegar a senha, porque foram distribuídas apenas 200. Então, a pedido da Bru, nós não teríamos os 20 minutinhos de bate papo com ela, para que desse tempo dela conhecer que estava lá fora também. Mesmo sem os 20 minutos, assim que ela chegou , ela fez questão de responder algumas perguntas, então não houve problema algum.

Eu gravei um vídeo enquanto estava lá, para mostrar para vocês como tudo aconteceu:

10013340_10201449422104510_588230642_n

Conseguimos ficar entre as 100 primeiras, então ganhamos um batom vermelho maravilhoso, além do autógrafo tão esperado! Haha!

Quem já leu algum livro da Bruna Vieira? E o blog dela, vocês já conheciam?

“Respire fundo e olhe para trás. Repare bem no que vê. Não eram imperfeições. Eram asas. Agora, você não é mais casulo. Você é uma borboleta. Voe!” (Trecho do texto “Borboletas”, página 149.)

bruna-vieira-capa-novo-livro47834

Título: “A menina que colecionava borboletas”
Autora: Bruna Vieira
Editora: Gutenberg
Páginas: 152

Nota: EstrelaEstrelaEstrelaEstrelaEstrela

Anúncios